quinta-feira, 30 de julho de 2009

Um visitante...


Aqui no condomínio que moramos tem vários bichinhos soltos. Além de vários gatos pretos, micos pelas árvores, já encontramos até um gambá. Os moradores sempre dão frutas aos micos e essa família está só multiplicando. Já os gatos têm duas moradoras em especial que cuidam deles. Elas compram ração, levam ao veterinário e todos são castrados. A maioria são gatos mansos e permitem carinhos.
Uma gatinha conseguiu escapar e passou despercebida na lista de castração, logo ficou prenha. Acho que os filhotes devem ter no máximo 15 dias de vida.
Outro dia estava saindo de casa para resolver coisas na rua e vi um filhote perto da saída dos carros. Fiquei logo preocupada, pois ali é perigoso. Tratei de pegá-lo para levá-lo a um lugar seguro. Só que quando eu fui tocá-lo ele se arrepiou e soltou um FUZZZ. Claro que isso não me assustou! Quando coloquei- o no meu colo vi que ele estava bem doente. Seus olhos estavam cobertos de secreção e não abriam, ou seja, ele não estava vendo nada! Fiquei em pânico! Trouxe-o até a minha casa peguei um algodão com água boricada e limpei seus olhos. Gente ele me olhou com um olhar de agradecimento! Muito lindinho! Só que logo brotaram novas secreções e percebi que ele precisava de cuidados médicos. Ofereci leite e ração e ele não quis nada, estava muito fraquinho e tremia de frio. Enrolei-o numa toalha e o apresentei aos gatitos.
A Priscila ficou muito curiosa e nem se assustou, só quando ela percebeu que era um gatinho se afastou e ficou olhando de longe, já o Tody... Ficou doido! Começou a correr a casa toda e ficou todo arrepiado, soltou vários FUZZZ para o visitante. Ele deixou claro que não o queria ali.
E eu também não podia ficar com ele.
Coloquei o gatinho numa caixinha e desci a procura da vizinha para mostrá-lo a ela. Ela não sabia que ele estava assim. Pegou-o na caixinha, e o levou até sua mãe. Ele mamou e logo depois fomos levá-lo ao veterinário. Ele agora esta bem melhor, foi medicado e está no apartamento dela. Só volta pro condomínio quando crescer mais.
Fico com pena de ver os gatinhos soltos, mas posso garantir que eles estão bem.
É uma situação muito delicada, porque essa protetora já tem vários filhotes em seu apartamento, fora os cachorrinhos que ela pega na rua. Outros visinhos vivem reclamando do cheiro forte que fica pelos corredores do andar onde ela mora, e não poderia ser diferente, pois são realmente muitos bichos dentro de um apartamento pequeno. Ela não deve dar conta de limpar toda sujeira, já que os bichanos não usam areia fazem tudo no jornal ou pela casa.
Que situação!!!
Já ajudei com alguns quilos de ração, mas, sei que isso não é suficiente!

O que puder farei!

10 comentários:

Toquinha do Artesanato disse...

Pôxa, que situação né Lu? Ainda bem que você viu ele e pôde ajudar, mas dá dó pensar que ele vai ser solto depois, mas como você disse, é difícil pra você e pra esta outra mulher que comentou, pois ainda mais que ela mora em apartamento. Temos que rezar pra que alguma coisa aconteça pra resolver esta situação!
Beijos
Simone

Jasmim disse...

Que graça esse gatinho! Agora que ele foi ao vet tudo ficará melhor ^^
Tomara que fique tudo bem, e é muito linda essa atitude que vocês fazem ai =)

Maira disse...

Que bom que vc esta ajudando esses gatinhos, mesmo que seja só um pouquinho. eu sei como é, gostariamos de fazer tudo por eles, mas nem sempre é possível.
Mas fico feliz que ele esta bem.
Bjs, boa sorte!

Theófila disse...

Ai.. seu eu morasse perto queria pra mim!

Ele lembra a mimha Leona que se foi... tigradinho...

Fiquei com dó!

Maira disse...

Tem selinho pra vcs no meu blog...

Jasmim disse...

Ah fofinhos, mamãe marcou a mamys de vocês para um joguinho ^^
Depois vai la ver no blog =)

Gata Lili disse...

O gatinho estava com conjuntivite era? Tadinho tão pequeninho, mas cheio de sorte por ter pessoas como vocês que o acolhem...depois vamos fazer uma rifa para ajudar essa mulher e até você mesma que ajuda estes animais do condomínio né? Um grande dia para você@!

Ednamar disse...

Oi,que situação dificil,mas essa é a vida de quem não consegue se conter diante de um bichinho abandonado,eu tinha encontrado uma gatinha dei muita sorte apareceu os donos dela, estamos sentindo saudades ela era muito meiga,mas foi melhor eu também tenho vários animais e dou aula em várias lojas tem dia que nem eu suporto o cheiro quando chego em casa,a sorte é que meus visinhos tem rabo preso com justiça só por isso não reclamam nem chamam policia...bjs

Cães e Focinhos disse...

mui bonito da sua pae eu vivo fazendo isso tbem,vc fez um comentario no meu blog a respeito da castraçao,queria poder castra-las mas aqui onde moro e super dificil,mui caro os veterinarios nao tao nem ai,entAo tranquei as coitadinhas, e sao 4 imagina so todas ao mesmo tempo,e dei injeçao,sei que nao e a melhor soluçao mas e o que posso fazer no momento.beijos

Anônimo disse...

bom comeco